Eu sou Carlos Latuff, cartunista e fã ferroviário. O propósito desta página é compartilhar com os internautas uma seleção das melhores imagens produzidas durante minhas expedições ferroviárias. Os registros aqui publicados podem ser reproduzidos pelos interessados, com tanto que para fins não-comerciais de informação, citando a fonte (por gentileza). Sou também colaborador do sítio www.estacoesferroviarias.com.br, de autoria do pesquisador Ralph Mennucci Giesbrecht, a página mais completa da Internet sobre estações ferroviárias brasileiras.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Memória Ferroviária: Dona Ivone, Estação de Arcozelo (RJ)

Na quarta-feira passada, estive em Arcozelo, 1º Distrito de Paty do Alferes, interior do estado do Rio de Janeiro, para investigar duas paradas perdidas do ramal de Alfredo Maia-Três Rios, da extinta Estrada de Ferro Central do Brasil. Na estação de Arcozelo, conheci Dona Ivani dos Santos, que é mais conhecida por todos como Ivone. Bisneta de escrava, viúva de ferroviário, Dona Ivone reside com a família naquela estação há 38 anos. A ferrovia já não existe mais, porém dona Ivone, as portas dos oitenta anos, relembra com clareza os tempos em que a estrada-de-ferro funcionava a pleno vapor.



(Clique nas imagem para ampliar)

A estação de Arcozelo, em Paty do Alferes, interior do estado do Rio de Janeiro.


A antiga caixa d'água da estação, com a sigla da Estrada de Ferro Central do Brasil, datada de 10 de setembro de 1926.

Nenhum comentário: