Eu sou Carlos Latuff, cartunista e fã ferroviário. O propósito desta página é compartilhar com os internautas uma seleção das melhores imagens produzidas durante minhas expedições ferroviárias. Os registros aqui publicados podem ser reproduzidos pelos interessados, com tanto que para fins não-comerciais de informação, citando a fonte (por gentileza). Sou também colaborador do sítio www.estacoesferroviarias.com.br, de autoria do pesquisador Ralph Mennucci Giesbrecht, a página mais completa da Internet sobre estações ferroviárias brasileiras.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Estação de Belo Horizonte, MG (Estrada de Ferro Central do Brasil) - Ontem e hoje


Nesta terça-feira, convidado pelo amigo Thiago Haddad, tive a grata satisfação de falar para uma platéia atenta formada por alunos bem legais do Curso de Comunicação da Fundação Mineira de Educação e Cultura (FUMEC), e por conta disso, estive mais uma vez em Belo Horizonte. Hoje, aproveitei a manhã para fazer algumas imagens do conjunto arquitetônico ferroviário localizado bem no centro da capital mineira, comparando-as com as fotos da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros do IBGE, datada de 1958.

(Meus agradecimentos a Keyla Maia e Eduardo Nunes, ambos da Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais)

(Clique nas imagens para ampliar)


Aspecto da Estação Central em 1958


A estação em setembro de 2009, atualmente um museu


Vista noturna do terminal de cargas


Atualmente, a estação da Estrada de Ferro Vitória-Minas. A sua frente (com catenárias), as linhas do metrô de superfície de BH


Aspecto atual da Estação Central de Belo Horizonte

Quando terminei o ensaio fotográfico, caminhando pelas ruas do centro, me deparei com um homem sendo algemado por policiais militares, sob o olhar atento de um deles, armado com uma submetralhadora, possivelmente uma Heckler & Koch MP5 de calibre 9mm. Os moradores de Belo Horizonte costumam se referir a capital mineira como "roça grande", mas em 51 anos muita coisa mudou, e a "roça" agora tem, cada vez mais, ares de selva.

Um comentário:

L S Gouveia disse...

corrigindo esta metralhadora nao e uma HK MP5 e uma Taurus Famae .40 de fabricaçao chilena as duas sao bem parecidas