Eu sou Carlos Latuff, cartunista e fã ferroviário. O propósito desta página é compartilhar com os internautas uma seleção das melhores imagens produzidas durante minhas expedições ferroviárias. Os registros aqui publicados podem ser reproduzidos pelos interessados, com tanto que para fins não-comerciais de informação, citando a fonte (por gentileza). Sou também colaborador do sítio www.estacoesferroviarias.com.br, de autoria do pesquisador Ralph Mennucci Giesbrecht, a página mais completa da Internet sobre estações ferroviárias brasileiras.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

De volta ao trecho Niterói-Visconde de Itaboraí

Passei o dia de hoje acompanhando o trabalho de operários da Companhia Estadual de Engenharia de Transportes e Logística (CENTRAL) na ferrovia que liga os municípios fluminenses de Niterói e Visconde de Itaboraí, no trecho de Alcântara. A situação está ainda pior do que presenciei em 2008 (veja AQUI). O lixo, lama e entulho na linha estão em tal quantidade que precisam ser removidos com a ajuda de uma pá mecânica. Em certos trechos, como esse em frente ao condomínio Alcântara 2, mal se consegue localizar os trilhos. Não ví qualquer cooperação das prefeituras de Niterói e São Gonçalo para com a conservação da via.

(Clique nas imagens para ampliar)





A visita a estação ferroviária de Alcântara, que se encontra abandonada, requer uma certa dose de atenção devido ao mato alto, lixo, e uma vizinhança, digamos, pouco recomendável.

(Clique nas imagens para ampliar)





Já no bairro Jardim Catarina, residências erguidas a centímetros da linha colocam em risco seus moradores, o que faz com que o local seja conhecido pelos ferroviários como "Corredor da Morte".

(Clique na imagem para ampliar)



O abandono dessa ferrovia se explica pelo desprezo público ao longo dos anos.

Por falta de investimentos na compra de novas composições, toda vez que uma das poucas locomotivas enguiçava, o tráfego no ramal era interrompido por longos períodos. Bandidos então se aproveitavam da falta de movimento de trens para roubar trilhos. Isso juntamente com o despejo de lixo e entulho, tornou a ferrovia intransitável.

De qualquer modo, no final da semana passada, a Secretaria Estadual de Transportes anunciou a preparação da via para as obras da tão prometida Linha 3 do metrô, e a turma da via permanente está trabalhando para desobstruir o trajeto, o que será, sem dúvida alguma, pelas atuais condições da ferrovia, um trabalho sobre-humano. Vamos torcer pra que dessa vez a população de Niterói e São Gonçalo seja beneficiada com esse meio de transporte.

3 comentários:

Carlos disse...

Caro amigo,
Está registrado neste blog , o abandono, o descaso do governo,a falta de experiência do governo em escolher as pessoas certas para cargos administrativos e o gerenciamento de empresas estatais.
Culpo também os moradores de Visconde Itaborai, pois trabalhei nesta estação como Policial Ferroviário Federal e muitas vezes tive atritos com os passageiros,pois antes de embarcarem nos trens eu os mandava pagar passagem para viajarem e isto era uma morte para eles. Deu no que deu, ficaram sem transporte ferroviário e ficaram à mercê da empresa de ônibus Rio-Ita.
Meu nome é Raposo e os moradores que lerem este blog se lembrarão de mim, pois eu era muito exigente.

milton disse...

Esse patrimonio ai não foi financiado pelo governo como o povão pensa, não, e quem tem grande culpa desse descaso eh a propria população q jogou fora um patrimonio publico e dar vez a engordar os bolsos do empresario. ainda tem tempo e quem deve cobrar da prefeitura e do governo eh o povo porque quem eh o patrão do governo e prefeito eh o povo e não deixar o rato tirar 'barato' do gato

MUSEU FERROVIÁRIO DE XERÉM. disse...

Olá companheiros de luta pela ferrovias esquecida no tempo, é bom escrever algo que os governantes ou empresários interessados em HISTÓRIA e no PASSADO desse ESTADO.
Eu sei que tudo é difícil conseguir, porque tudo tem a tal da burocracia, eu pretendia adquiri um VAGÃO de MADEIRA e de quebra uma MARIA FUMAÇA, ou ADOTAR, para ficar exposto aqui em XERÉM para fazer TURISMO CULTURA local, só tem um porem até hoje tó só nessa tarefa, eu precisava de pessoas que goste do que faço e venha me apoiar: a HISTÓRIA E O PASSADO vai agradecer,porque não fazer o que é bom e o que gosta, não levamos nada dessa terra... pra ficar mais fácil ta ai meu telef. 21-976147797 ou 985721685 Jorge de Xerém o vô...um abraço a todos...E que DEUS nos proteja...
"O FUTURO NÃO VIVE SEM O PASSADO".