Eu sou Carlos Latuff, cartunista e fã ferroviário. O propósito desta página é compartilhar com os internautas uma seleção das melhores imagens produzidas durante minhas expedições ferroviárias. Os registros aqui publicados podem ser reproduzidos pelos interessados, com tanto que para fins não-comerciais de informação, citando a fonte (por gentileza). Sou também colaborador do sítio www.estacoesferroviarias.com.br, de autoria do pesquisador Ralph Mennucci Giesbrecht, a página mais completa da Internet sobre estações ferroviárias brasileiras.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Um pouco da história (ferroviária) de Além Paraiba (MG)

Recebi uma interessante mensagem de Afranio Machado Junior, que conta parte da história da cidade mineira de Além Paraiba, e sua ferrovia. Pela relevância, compartilho com todos voces:

"Carlos.

Meu nome é Afranio Machado Junior (mais conhecido como Junior), sou advogado,tenho 27 anos e gosto muito do assunto ferrovia e de sua história. Vi alguns videos seus no YouTube e achei muito interessante o seu trabalho. Descobri que voce é cartunista e vi trabalhos seus na rede e gostei muito. Meus parabéns.
Um video em especial me chamou a atenção: o da antiga estação ferroviária de Simplício, que voce gravou aqui na cidade em 2007. Inclusive com a participação do Ilmo ex-prefeito de Sapucaia/RJ o Sr. Paulo Coleho, tio da minha mãe.

Não sei se você conhece a história de Além Paraíba, mas vi que achou interessante o fato de o trem cortar a cidade ''ao meio''. Diariamente dez composiçoes com trinta vagoes e tres locomotivas cortam o municipio, causando transtornos, engarrafamentos e acidentes. No entanto, eu também sou um amante da ferrovia, apesar de nunca ter andado de trem na vida(ainda) e também nunca tive um parente ferroviário.

Então vamos lá. A nossa cidade basicamente nasceu da produção cafeeira. Existia em Além Paraíba um porto onde hoje está o centro da cidade,de que servia para escoar a produção de café. Com o tempo, a necessidade de escoar a produçao se tornava cada vez maior e com isso a chegada da linha férrea melhoraria o transporte e trazia o progresso, além de extender os trilhos até outras localidades, como Volta Grande, Trimonte, São Martinho, Abaíba, Recreio, Leopoldina, Cataguases e outros municípios do interior mineiro.
Por Além Paraíba estar no centro de um tronco, já que daqui partia trens para Nova Friburgo também, foi construída a estação de Porto Novo e os dois torreões do hotel, inaugurados em 1880 pelo próprio D. Pedro II, que chegou a se hospedar no hotel da estação, hoje em ruínas.
A cidade então se formou aos poucos ao longo do leito da ferrovia, que trouxe a modernidade. Ligava Tres Rios e Petrópolis, passando por Simplício e Sapucaia.
Também aqui em Além Paraíba foi construída a mais moderna oficina de manutenção da Rede Ferroviária da época e uma das maiores. É uma das poucas que possuem rotunda, inclusive tombada pelo patrimônio histórico. O prédio reunia administração, um clube, o prédio do PLANSFER e o Senai.
Em 2007, a Igreja Católica resolveu vender parte do prédio dessa oficina para um empresário de Além Paraíba que demoliu uma grande parte do prédio para construir um prédio residencial e comercial. Na época procurei saber se a venda era legal e descobri que esta parte não era tombada pelo IPHAN, somente a rotunda e o predio da administração. Agora a Igreja está interessada em vender mais uma parte e isso divide opinioes. Eu, lógico, sou contra.

Claro. A história que contei acima está resumidíssima! Gosto muito de história, filosofia e sociologia...

Nós temos, com relação à ferrovia, bastante história pra contar, como por exemplo a estrada de ferro que ligava Além Paraíba a Nova Friburgo. Não existem muitos registros sobre esta linha ferroviária porque ela foi desativada no inicio dos anos 60, quando a fotografia ainda nao era muito difundida e sobretudo porque o Estado do Rio de Janeiro é fraco de memória, nao preservando a história como deveria. Mas há vestígios como a ponte preta, uma ponte de ferro inglesa com quatro segmentos que dava inicio ao ramal para Friburgo, e logo em seguida, um túnel da antiga Estrada de ferro que foi aberto numa rocha. Ele nao é extenso, mas foi construído numa época em que nao se tinha tecnologias disponiveis hoje. Vestígios também existem em Cantagalo, Monerat e Murineli. Nao sei se voce conhece a história desse trecho, mas gostaria que um dia poder registar um pouco da história desse trecho.

Próximo de Além Paraíba também tínhamos o ramal que ligava Volta Grande até Pirapetinga, onde morria. Desse trecho poucas coisas restam e já está desativado há muitas décadas.

Ah. Uma notícia que nao sei se é boa ou ruim. O video sobre a estação de Simplicio que voce fez porque a estaçõ ia ser inundada pelo lago da Usina de Simplício. Com os estudos que foram feitos para a construção da usina hidroeletrica que encontra-se em fase de conclusão, foi adotado um novo modelo de hidroeletrica, onde a água vai chegar ate a casa de máquinas em Simplicio bombeada, e não por alagamento como tinha sido projetado nos anos 50. Só nao sei se a estação vai ou nao ser demolida, pois está em ruínas, mas alagada nao será com certeza. O acesso a ela que já era ruim, ficou pior, pois a estrada até Simplício foi interditada em razão das obras. A igreja que tinha nas proximidades da estação foi demolida em 2001 e seguia a mesma arquitetura. Estive com um colega na estação em 2002, de bicicleta, e sei o quanto é dificil chegar lá, pois tivemos que caminhar sobre os trilhos do trem.

Desculpa ter te enviado um e-mail tao grande como este, mas queria dividir com voce parte da história dos trilhos que dividem espaço conosco todos os dias.

Um abraço.

Junior."


2 comentários:

Projeto Ver de Trem disse...

Belissimo trabalho Latuff , parabens pelo registro !

Att : Franco.

Sylvio Mário Bazote disse...

Além Paraíba é um local muito importante para a história das ferrovias no Brasil.

Postagem bem feita! Parabéns.